Quando o “medo” é chamado de “preparo”!

Gostei da foto do Lava-jato na carta anterior.

Ficou estilo: Quem Lê entenda! Rs.

Você tem noção da profundidade do que você escreveu?

“O medo da derrota tira a vontade de vencer”.

Muitos pensam: Eu não sei pregar. Por isso não prego.

E se eu der um estudo bíblico e a pessoa não aceitar a Jesus? Melhor eu não dar estudo bíblico então.

E se eu fizer o apelo e a pessoa não aceitar? Melhor eu não fazer apelo então(eu tinha esse medo).

E se eu não preparar direito a pessoa para se batizar e um dia ela sair da igreja?

E assim por diante.

Citando seu texto: “A crítica a muitos batismos numa igreja na maioria das vezes leva a batismo nenhum!“

Nos amputamos muitas vezes por causa desse pensamento. Desse medo.

Como se a verdade tivesse que impreterivelmente percorrer apenas um único caminho, da mão do semeador para o do solo fértil. O caminho da conversão certa.

Mas são muitos solos meu amigo e irmão. Eles não se comportam da mesma maneira.

Se o medo tira a vontade de vencer, então entendo Apocalipse 21:8

“Quanto, porém, aos covardes[…], a parte que lhes cabe será no lago que arde com fogo e enxofre, a saber, a segunda morte”.

E saltam aos meus olhos Josué 1:9

“Não te mandei eu? Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o SENHOR, teu Deus, é contigo por onde quer que andares”.

Chega de LAVA-JATO.

E Chega de covardia.

Evangelismo é semear.

Em todo e qualquer solo.

Falando em Evangelismo, acho que é uma boa deixa para “Os axiomas do Evangelismo” que você escreveu. Manda eles pra mim.